Enem – Portal NE10

publicidade
29/dez
universidade

Saiba como se candidatar às bolsas do Prouni

Publicado por Tatiana Notaro em PARTICULARES às 8:30

Agora que o cronograma para inscrições do Programa Universidade Para Todos (Prouni) em 2021 foi anunciado – o prazo vai de 12 a 14 de janeiro –  entenda melhor como funciona e se você pode concorrer a uma das bolsas de estudo oferecidas pelo Governo Federal.

Com o Prouni, estudantes brasileiros de todo o país podem ter bolsas integrais ou parciais (50%) em Instituições de Ensino Superior (IES) particulares. Podem concorrer aqueles que ainda não tenham diploma superior em cursos de graduação e sequenciais de formação específica.

Desta forma, o processo seletivo tem apenas uma etapa, a de inscrição, que é gratuita e feita exclusivamente pela internet, na página do programa

É necessário, ainda, ter participado da última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) – no caso, será a de 2020 -, ter tirado no mínimo 450 pontos na média das notas e não ter zerado a redação.

Leia também

> Prouni abrirá inscrições 2021 no dia 12 de janeiro
> Cartão de inscrição do Enem vai ser disponibilizado em 5 de janeiro
> Enem Digital será piloto para uso do formato como acesso ao ensino superior

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), o candidato pode escolher, em ordem de preferência, até duas opções de instituição, curso e turno dentre as bolsas disponíveis, de acordo com seu perfil. Durante o período de inscrição, o candidato pode alterar as opções. Será considerada válida a última inscrição confirmada.

O candidato com deficiência ou que se autodeclarar indígena, preto ou pardo pode optar por concorrer a bolsas destinadas a políticas de ações afirmativas.

Todos os dias, o sistema do Prouni recalcula a nota de corte de cada curso, no decorrer das inscrições, com base no número de bolsas disponíveis e no total de candidatos inscritos no curso, por modalidade de concorrência.

 

Bolsas

As bolsas integrais podem ser concedidas a candidatos que comprovem renda familiar bruta mensal de até 1,5 salário mínimo por pessoa.

Por sua vez, as bolsas parciais, que cobrem 50% das mensalidades, podem ser concedidas a candidatos que comprovem renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa. 

Além disso, estudantes que se submeterem à seleção do Prouni precisam ter pelo menos uma das condições listadas:

  • Ter cursado o Ensino Médio completo em escola da rede pública;
  • Ter cursado o Ensino Médio completo em escola da rede particular, na condição de bolsista integral da própria escola;
  • Ter cursado o Ensino Médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em escola da rede particular, na condição de bolsista integral da própria escola privada;
  • Ser pessoa com deficiência;
  • Ser professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica, integrante de quadro de pessoal permanente de instituição pública e concorrer a bolsas exclusivamente nos cursos de licenciatura. Nesses casos, não há requisitos de renda.

Processo

Quando termina o processo de inscrição, o sistema do programa classifica os candidatos inscritos, de acordo com as notas obtidas no Enem e as opções de curso. Os estudantes são pré-selecionados em apenas uma das opções de curso informadas, levando em consideração a ordem escolhida no ato da inscrição e o número de bolsas disponíveis.

Chamadas

O Prouni faz duas chamadas e, em cada uma delas, os pré-selecionados cumprem um prazo para apresentar à IES os documentos que comprovem as informações prestadas na ficha de inscrição.

É possível que as instituições solicitem outros documentos que julgar necessários. É ainda permitido que as IES realizem processo seletivo próprio dos pré-selecionados pelo Prouni. Essa informação é dada ao candidato no momento da inscrição. Se for o caso, não podem ser cobradas taxas para realização do processo seletivo.

Por fim, terminadas as duas chamadas, o candidato pode manifestar interesse em participar da lista de espera do Prouni. As bolsas não preenchidas serão ocupadas pelos estudantes participantes da lista de espera que comprovarem as informações prestadas na ficha de inscrição.