Enem – Portal NE10

publicidade
30/dez
redação

Inep publica nova cartilha para redação do Enem; confira

Publicado por Tatiana Notaro em ENEM às 16:22

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) publicou nesta quarta (30) uma cartilha com dicas sobre como estruturar a redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Além disso, o documento reforça os critérios de correção do texto.

O documento “A redação no Enem 2020 – Cartilha do Participante” é inédito. O Inep também publicou cartilhas cartilhas específicas para a avaliação das redações dos participantes surdos ou com deficiência auditiva, e dos participantes com dislexia.

“Esta cartilha apresenta dicas para produzir uma boa redação no dia do exame. Além disso, traz exemplos de redações do Enem 2019 que obtiveram nota máxima”, destacou o presidente do Inep, Alexandre Lopes.

Leia também:

> Inep e entidades de educação debatem reformulação do Enem
> Enem: confira dicas e estratégias para tirar nota 1000 na redação
> Veja quando deve ser divulgado o local da prova do Enem 2020
> Candidatos com suspeita de Covid-19 podem pedir reaplicação da prova do Enem

Regras

O Inep lembra que os participantes devem ficar atentos quanto aos critérios exigidos na redação. Primeiramente, ela deve ser escrita em formato de prosa, do tipo dissertativa-argumentativa e sobre um tema de ordem social, científica, cultural ou política determinado pela banca.

Desta forma, o participante deverá defender uma tese – uma opinião a respeito do tema proposto. Assim, a defesa deverá ser apoiada em argumentos consistentes, estruturados com coerência e coesão, formando uma unidade textual, de acordo com a modalidade escrita formal da língua portuguesa.

Importante lembrar que os participantes que optaram por realizar a versão digital do exame, o Enem Digital, farão a redação no mesmo formato da versão impressa.

Correção

A cartilha mostra que as redações do Enem são avaliadas de acordo com cinco competências e detalha o que é esperado do candidato em cada uma delas. A nota pode chegar a mil pontos, mas o estudante também pode ter nota zero.

Na cartilha estão as razões que podem zerar a nota, como fuga ao tema, extensão total de até sete linhas, trecho deliberadamente desconectado do tema proposto, não obediência à estrutura dissertativo-argumentativa e desrespeito à seriedade do exame.

Enem 2020

As provas serão aplicadas nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021 (versão impressa) e 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021 (versão digital).

Além da redação, a prova conta com 45 questões em cada prova das quatro áreas de conhecimento: linguagens, códigos e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias; e matemática e suas tecnologias.