Enem – Portal NE10

publicidade
30/out
gge1

Atualidades são base para boa compreensão de questões do Enem

Publicado por Tatiana Notaro em ATUALIDADES às 8:00

A cinco dias da primeira prova do Enem 2019, algumas leituras podem ajudar na compreensão de muitas das questões, já que o modelo preza pela contextualização de assunto e pela interdisciplinaridade. As orientações do professor de Sociologia e Filosofia do Colégio GGE, André Pessoa, podem te dar um norte para leituras estratégicas nessa reta final.

O primeiro assunto que Pessoa chama atenção é o Brexit, as tratativas da Inglaterra para sair da União Europeia e “os impactos disso na economia mundial”. A China e sua ascensão ao posto de potência mundial também devem entrar na pauta. “Atente também para a guerra cambial que está acontecendo entre americanos e chineses”, detalha. “Com relação à crise na América do Sul, é importante dar uma lida na situação da Venezuela, como fica o país vizinho no Mercosul”.

A imigração e a crise humanitária gerada pelo deslocamento dessas pessoas é outro tema que vale ser aprofundado. “Vale dar uma olhada nas rotas de imigração, que geralmente traz pessoas oriundas da África, do Oriente Médio, que chegam à Europa pela rota do Mediterrâneo. É bom saber como cada país da Europa está agindo”.

Bom estar por dentro também de questões do Oriente Médio, observar o conflito na Síria, o conflito entre Arábia Saudita e Irã, “que é muito recorrente e acaba piorando a situação na região, impacto disso na produção e distribuição do petróleo”. Além disso, André Pessoa também sugere atenção à globalização, à new economic.

Mais leituras

Para André Pessoa, o fera deve também investigar sobre a revolução informacional, mudanças que aconteceram nas relações políticas, econômicas, em função do desenvolvimento na tecnologia da informação e da comunicação, na segunda metade do século passado.

“Importante também ler alguma coisa sobre revolução biotecnológica, esses avanços na biologia molecular, na engenharia genética”.

O professor lembra que é interessante ser criterioso na escolha dessas fontes. “Sites ou outras fontes de notoriedade, que já existem há algum tempo”, diz, listando algumas recomendações:

El País

Foreing Policy

Olhar Digital

Mundo Educação

Brasil Escola