Enem – Portal NE10

publicidade
03/mar
professor alfredo gomes

Federais adotam novas medidas restritivas para enfrentamento da pandemia

Publicado por Tatiana Notaro em FEDERAIS às 7:41

A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) inicia, na manhã desta quarta-feira (3), um novo conjunto de medidas para enfrentamento da pandemia da Covid-19, agravada nos últimos dias.  A UFPE decidiu suspender as aulas práticas presenciais na graduação e reduzir ainda mais a circulação de pessoas nos campi Recife, Caruaru e Vitória de Santo Antão, pelo menos até o dia 22 de março.

Confira o pronunciamento do reitor, Alfredo Gomes, e do vice-reitor, Moacyr Araújo, no fim do texto.

“Como lugar da ciência com papel pujante junto à sociedade, temos uma responsabilidade social muito grande, além do nosso compromisso com a saúde pública e nosso posicionamento em defesa da vida. Não podemos minimizar o crescimento da pandemia e devemos proteger todos os membros da nossa comunidade acadêmica. A UFPE está fazendo o possível para garantir que não haja prejuízo para os calendários da graduação e da pós-graduação dos estudantes que tinham aulas presenciais ou experimentos em andamento”, afirmou o reitor Alfredo Gomes.

Nas próximas semanas, a UFPE também vai abrir mais leitos da rede estadual para tratamento de pacientes com Covid-19 no Hospital das Clínicas (HC-UFPE/Ebserh), onde os funcionários devem seguir as determinações do próprio hospital. As pesquisas relacionadas à pandemia, os testes para diagnóstico de Covid-19, o drive-thru de vacinação da UFPE e os atendimentos no Hospital das Clínicas serão mantidos até nova avaliação da situação epidemiológica.

Ensino híbrido

Desde o início das aulas da graduação no formato híbrido, no dia 25 de janeiro, a presencialidade na UFPE já era baixa: 93% das quatro mil disciplinas da graduação continuam com aulas remotas, e apenas 7% têm parte das aulas práticas presenciais – muitas delas fora da Universidade e ainda não iniciadas. Esse contingente foi ampliado e a instituição determinou que cursos e  departamentos adiem as atividades práticas e atendimentos presenciais.

A possibilidade de ajustes e readequações conforme a evolução da pandemia já estava prevista na Resolução nº 23/2020, que estabeleceu o calendário acadêmico-administrativo para o ano letivo 2020/2021. Continuam vigentes essa resolução e as demais medidas institucionais da UFPE referente às atividades de pesquisa e extensão. Essas atividades estavam com pouca presencialidade, já que tinham caráter voluntário quando o projeto não era adaptado ao formato remoto. As atividades administrativas estavam acontecendo presencialmente em dias e horários reduzidos, e apenas quando eram devidamente justificadas.

A UFPE informou ainda que será mantido o funcionamento dos laboratórios com experimentos em curso, mas não é recomendado iniciar novos experimentos neste momento. Biotérios e laboratórios com abastecimento de nitrogênio líquido continuarão autorizados a funcionar. A Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proexc) só manterá atividades presenciais nos projetos de extensão relacionados à pandemia.

Serão mantidos atendimentos de urgência e serviços essenciais na UFPE, como segurança, comunicação, tecnologia da informação, infraestrutura, gabinete do reitor e das pró-reitorias; Serviço Integrado de Saúde (SIS), assim como as práticas das residências em saúde e atividades de estágio e internato obrigatórios; sempre com preservação das pessoas dos grupos de risco. A circulação nos campi será restrita, inclusive não permitindo a prática de atividades físicas.

Só será permitida a entrada de pessoas autorizadas pelos Centros Acadêmicos, Órgãos Suplementares, Pró-Reitorias e Superintendências, através de lista prévia ou declarações individuais. Solicita-se atenção aos gestores para garantir o acesso do setor de infraestrutura em caso de necessidade. Os servidores da Superintendência de Infraestrutura (Sinfra) darão continuidade às adequações de estrutura física, já iniciadas, para posterior retomada da atividade híbrida.

Nos próximos dias, também haverá conversa com os coordenadores dos cursos que têm atividades presenciais. A UFPE avaliará, continuamente, o contexto da pandemia e as medidas adotadas, com ajuda de infectologistas e outros especialistas para analisar a média móvel de casos de Covid-19 no Estado, o número óbitos, a taxa de ocupação de leitos para pacientes com Covid e a taxa de reprodução da infecção.

Desde a última sexta-feira (26), a gestão central da UFPE intensificou as discussões sobre o funcionamento da Universidade no atual cenário da pandemia, realizando reuniões com infectologistas, diretores de centros e Consórcio Pernambuco Universitas, além de convocar encontro do Grupo de Trabalho para Enfrentamento da Covid-19 (GT Covid-19) da UFPE, com a participação de representantes da Associação dos Docentes (Adufepe), Sindicato dos Trabalhadores da UFPE (Sintufepe), Diretório Central dos Estudantes (DCE), entre outros membros da comunidade acadêmica que, em sua maioria, concordaram com a importância da adoção de medidas mais restritivas.

“De forma geral, há um consenso de que devemos tomar uma atitude nesse sentido. Reiteramos a disponibilidade da instituição e da nossa comunidade acadêmica especializada nas discussões de medidas de monitoramento e enfrentamento da doença, no intuito de cooperar com as autoridades, bem como a manutenção do esforço conjunto em defesa da vida e proteção da saúde das pessoas”, disse o vice-reitor Moacyr Araújo, coordenador do GT Covid da UFPE.

Federal Rural

Da mesma forma, a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) determinou mais rigor nas medidas preventivas. Há uma reavaliação das diretrizes programada para o próximo dia 12 de março.

Segundo divulgado pela UFRPE, entre as medidas emergenciais a serem adotadas em todos os campi e unidades da UFRPE, estão:

– Redução geral do fluxo de pessoas no campus;

– Proibição de acesso ao campus para práticas de exercícios físicos e/ou quaisquer atividades não essenciais;

– Redução da presença de servidore(a)s docentes e técnico(a)s no campus;

– Revisão do período de liberação de acesso ao campus por servidore(a)s e estudantes;

– Suspensão de concursos, seleções e atividades das comunidades interna e externa à UFRPE;

– Suspensão de atividades e reuniões coletivas com mais de três pessoas;

– Redução do limite de atuação nos laboratórios para, no máximo, três pessoas;

– Suspensão/adiamento de possíveis atividades presenciais curriculares em graduação, pós-graduação e extensão;

– Reforço nas orientações e cuidados entre servidore(a)s e funcionário(a)s terceirizado(a)s que exerçam atividades essenciais;

A regra permanece sendo a de atividades acadêmicas e administrativas no sistema remoto, contudo, no caso de ações essenciais, deve ser respeitado o distanciamento individual de 2 dois metros entre pessoas e o uso obrigatório de máscaras.

O Comitê de Prevenção ao Coronavírus continuará monitorando as informações dos órgãos oficiais em relação à situação atual da pandemia e divulgará a adoção de medidas de controle e prevenção, sempre que necessário.

Em caso de dúvidas e orientações sobre acesso ao campus e atividades presenciais, enviar e-mail para: covid19@ufrpe.br